domingo, 30 de dezembro de 2012

NAS ASAS DAS CANÇÕES- (autoria de Dila Anizete)


No triunfo da escrita a poesia é música
União que revela vários amores em melodia
Inquietações íntimas aguadas e vividas
Tão intensamente aquece os caminhos

O amor voa nas ilusões dos tempos...
Nos lépidos enamorados sem malícias
Nos fragmentos da vida o qual se identifica
Nas paixões ardentes... No amor desiludidos...

“A poesia é dança e a dança é alegria”, é canção
Alívio nas taças da embriaguez de amores perdidos
O tempo cantado falado no eu - lírico... No eu solidão...
Nas vozes nos menestréis: Oceanos... Rosas... Lua e flor...

A imaginação é aguçada nas rasuras da pena
Ao descrever e revelar o que senti sem sentir
Tudo é fuga é um não-sei-quê, tudo ou nada
O amor é a força que encanta a humanidade!


Dila Anizete, 30/12/2012

Um comentário:

  1. Sua poesia é linda e será sempre bem vinda em meu espaço.
    Abraços Dila.

    ResponderExcluir